Ser arquiteta

February 10, 2016

                                       "Quando se estuda arquitetura, aprende-se que ser arquiteto é como ser Deus, pois criamos coisas."

-Yasmeen Lari

 

    Fazer arquitetura traz grandes responsabilidades e uma certa dose de coragem. Especialmente em um país em desenvolvimento, onde até questões básicas como moradia ainda avançam a passos lentos. Porém, por mais assutador que esse mundo possa parecer, há certas pessoas nele que nos garantem um novo fôlego quando as conhecemos. E Yasmeen Lari é uma dessas pessoas. 

     Primeira arquiteta paquistanesa da história, Yasmeen formou-se na Inglaterra em 1964. Voltando ao Paquistão, abriu um escritório com o marido em Karachi, a maior cidade do país. As dificuldades de ser mulher em um lugar como o Paquistão são inimagináveis, e ainda mais sendo a única arquiteta do país por um longo período de tempo. Lari conta que enfrentou grandes desafios para ter reconhecido seu trabalho dentro da sociedade paquistanesa. 

    Porém, ela conseguiu seu espaço. Em toda sua carreira, que durou quase 40 anos, trabalhou para grandes empresas do país, construido suntuosos edifícios em Karachi. Paralelamente a esse trabalho corporativo, ela e o marido iniciaram em 1980 a Heritage Foundation, tendo seu trabalho reconhecido pelas Nações Unidas.

 

Yasmeen Lari, em um de seus quase 2000 abrigos sustentáveis espalhados pelo Paquistão   

 

    Desde que se aposentou, em 2000, Lari vem trabalhando de  forma bem diferente do que costumava durante sua vida toda. Com diversos desastres naturais acontecendo no Paquistão, ela iniciou um trabalho humanitário de reconstrução de moradias e centros comunitários em vilarejos onde geralmente a ajuda internacional não chega. 

 

“Eu costumo dizer aos meus colegas,'não vamos tratar os afetados por desastres como necessitados. Ao contrário, devemos tratá-los com respeito, assim como trataríamos qualquer cliente do setor corporativo ”

   

    Yasmeen trabalha para que vítimas de desastres naturais possam novamente alcançar uma autoconfiança e poder transformar suas próprias vidas, mesmo após sofrerem traumas como terremotos ou as cheias que ocorreram em 2010 no país, as quais afetaram 20 milhões de pessoas. Na ocasião, a arquiteta fez um trabalho de educação que ensinou técnicas simples e milenares para a reconstrução de moradias seguras para os afetados. Até hoje, já foram construídas cerca de 36 mil casas, em um sistema que permite àqueles que já construiram suas casas ensinarem a outras famílias as mesmas técnicas. 

 

 Estudantes constroem uma malha de bambu que servirá de amarração das paredes, tornando-as resistentes a terremotos

 

     O trabalho que Yasmeen vem fazendo é ímpar no mundo, ajudando milhares de pessoas em seu país, apesar de todas as dificuldades que ela possa ter enfrentado. Que nos sirva de inspiração!

 

 

Se quiser conhecer mais do trabalho fascinante de Yasmeen Lari, assista ao segundo episódio da série Rebel Architecture, da rede Al Jazeera. Para mais informações sobre a Heritage Foundation e todo o trabalho que Yasmeen e o marido desenvolvem, tanto na recuperação de monumentos quanto em ajuda humanitária, acesse o site da fundação.

Please reload

ÚLTIMOS POSTS
Please reload

CATEGORIAS

© 2015 por URBE ateliê de arquitetura