Os passos de um projeto arquitetônico

May 2, 2017

Se você tem um projeto em mente, seja para construir ou reformar, e já pensou em contratar um arquiteto, saiba que seu projeto terá muito mais qualidade. Mas se ainda não sabe todas as etapas pelo qual esse seu projeto passará, vamos explicar o passo-a-passo para que você saiba todo o escopo do trabalho de um arquiteto. Vamos lá!

 

1º - Levantamento e briefing

Essa é uma etapa preliminar realizada em conjunto com o cliente, para que o arquiteto possa compreender suas necessidades e anseios para a futura casa. No levantamento são definidos os conceitos preliminares norteadores da proposta que será desenvolvida, objetivos, programa de necessidades, padrões básicos dos sistemas construtivos e acabamentos.

 

2º - Estudo preliminar

É na fase de estudo preliminar que o cliente recebe a primeira proposta de projeto, perspectivas em 3D, plantas humanizadas, vistas e layouts conceituais. A apresentação de variações de projeto também é comum nessa fase.
As soluções iniciais apresentadas, são desenvolvidas com base nas necessidades identificadas no levantamento. Após a análise do terreno, definição da área a ser construída e também do levantamento da legislação local e restrições do condomínio.

Aqui no nosso ateliê, utilizamos diversas ferramentas e dinâmicas para a construção desses estudos em conjunto com o cliente, para poder captar seus desejos e tranformá-lo em arquitetura.

 

3º - Anteprojeto

Após a aprovação do projeto preliminar, no qual fica definido o estilo e a concepção estrutural do projeto, inicia-se o desenvolvimento do anteprojeto.
O anteprojeto é a evolução do estudo preliminar, nele são especificados os elementos, instalações e componentes, necessários para a total compreensão do projeto pelo cliente.
Nesta etapa são apresentadas plantas dos pavimentos, cortes esquemáticos, fachada principal e especificação prévia dos principais acabamentos de fachada. Nesta fase ainda é possível realizar alterações no projeto, daqui em diante não, por isso fique atento e só siga em frente com certeza das suas escolhas.

 

 

 

4º - Projeto Legal

Trata-se do desenvolvimento mais aprofundado do anteprojeto, contendo todas as informações necessárias à perfeita compreensão do projeto, possibilitando o início do desenvolvimento dos projetos complementares (hidráulico, elétrico, estrutural, sistemas, etc.).
Com o projeto básico temos informação suficiente para a elaboração de estimativas de custo, de prazos e serviços de obra (a ser executado por terceiros).
É nessa etapa que ocorre a elaboração de todos os desenhos técnicos de arquitetura necessários para aprovação do projeto na prefeitura. São finalizadas plantas de implantação; plantas de situação; perfis transversal e longitudinal do terreno; plantas de todos os pavimentos, elevações e cortes, com níveis, cotas e dimensões básicas de todos os espaços; fachada frontal; planta de cobertura; elevação do gradil; cálculo de áreas e quadro de esquadrias; indicação dos principais acabamentos e registro de responsabilidade técnica dos projetistas envolvidos.
É no projeto básico que se tem a obtenção de licenças e alvarás de obra, de acordo com as normas vigentes e posturas dos órgãos municipais competentes, portanto nessa fase são também necessários os dados de documentação jurídica e cadastrais do imóvel, pagamento de taxas e emolumentos legais (a cargo do cliente) e levantamento topográfico/sondagem do terreno (tudo isso a cargo do cliente).
Não é de responsabilidade dos arquitetos o acompanhamento do processo de aprovação na prefeitura, se desejar esse trabalho, deve ser orçado na contratação. Fica a cargo dos arquitetos revisarem o projeto quantas vezes forem necessárias para aprovação municipal.

 

5º - Projeto Executivo

Essa é a subetapa destinada à concepção e à representação final das informações técnicas da edificação, completas, definitivas, necessárias e suficientes à contratação e à execução dos serviços de obra correspondentes.
Do projeto executivo devem constar memoriais descritivos com especificação de todos os materiais de acabamentos, louças e metais; detalhe das esquadrias, escadas e guarda-corpos; planta com paginação de piso, elevações de todas as paredes que compõe a área molhada
(Banho e cozinha); planta de forro; marcação de elementos de elétrica e pontos de iluminação gerais; elevação de todo o mobiliário fixo; planilhas de orçamento e cronogramas básicos.

 

6º - Compatibilização de projetos complementares

Essa subetapa é desenvolvida ao longo de todo o processo de elaboração do projeto envolvendo a atividade técnica que consiste em coordenar e compatibilizar o projeto arquitetônico, urbanístico ou paisagístico com os demais projetos complementares, como levantamento planialtimétrico, cálculo estrutural, projeto hidrossanitário, projeto elétrico e de telefonia. A compatibilização de projetos pode ainda incluir a análise das alternativas de viabilização do empreendimento.

 

 

Ufa! O processo de um projeto arquitetônico é longo, porém vale a pena. Só com todas essas etapas você pode garantir um projeto de qualidade e sua obra ficará bem mais completa. 

 

 

 

Quer saber mais sobre nossos serviços? Entre em contato conosco aqui.

Please reload

ÚLTIMOS POSTS
Please reload

CATEGORIAS

© 2015 por URBE ateliê de arquitetura