Intervenções urbanas que amamos! 💛

May 16, 2017

Todo mundo já sabe que adoramos intervir na nossa cidade. Arranjamos inspiração no nosso dia-a-dia, sempre atentas nas possibilidades que as ruas nos trazem, e de algumas ideias incríveis por aí. Dá uma olhada nas nossas intervenções preferidas mundo afora!

 

01) Museu do Instante, Belo Horizonte. Por Dobra Oficina.

O Museu do Instante foi uma intervenção cultural na Praça da Liberdade que buscou desconstruir a ideia do museu tradicional para reconstruí-lo na escala urbana. Propõe-se reduzir a distância entre o conteúdo dos museus e a cultura que é produzida cotidianamente na cidade, valorizando práticas e acontecimentos instantâneos que ocorrem no espaço público.

A intervenção ocupou a Praça da Liberdade durante todo um dia, e foi um evento aberto, no qual o público era convidado a abandonar a posição de espectador passivo e participar ativamente da construção de um museu instantâneo, que tinha no espaço público o seu suporte. O Museu do Instante buscou, a partir do uso coletivo da praça, promover ações culturais livres e participativas, que estabelecessem novos tipos de conexão entre os museus e a praça e entre esta e a cidade.

 

Veja mais do projeto aqui. 

 

 

02) Arquicostura, Espanha. Por Raquel Rodrigo

 

Raquel Rodrigo é uma artista e cenógrafa espanhola que está dando seu toque colorido às ruas da Espanha, com lindas instalações gigantes de bordados e crochês florais.

A artista, que nasceu em Valência, faz suas peças com fios grossos envoltos em malha e depois os fixa em arame. Com inspiração nos pixels, ela prepara antes todos os desenhos das instalações e depois os aplica nas locações da cidade de Madrid, para trazer um pouco mais de cor e criatividade às fachadas.

 

Conheça a artista aqui.

 

 

03) A Cidade é Para Brincar, São Paulo. Por Basurama.

 

Em um dos pontos mais privilegiados da cidade de São Paulo, no Viaduto do Chá, o coletivo Basumara instalou sua intervenção: “A Cidade É Para Brincar. Sou Criança De 0 a 99 Anos”, presenteando o Vale do Anhangabaú com cores, sorrisos e um ar lúdico em meio à Virada Cultural 2013.

Foram feitos balanços de pneus que estavam abandonados. Eles foram cortados pela metade e, através de longas cordas, colocados no vão do viaduto, acompanhados de bandeiras coloridas que, além de ampliar a sensação de movimento, se destacavam sob a estrutura cinza do viaduto, colorindo o centro paulista.

 

Visite o site deles aqui.

 

 

04) Cineroleum, Londres. Por Assemble.

 

Cineroleum foi um projeto de iniciativa própria que transformou um posto de gasolina num cinema. O projeto foi um experimento para a reutilização dos 4000 postos vazios do Reino Unido.

O Cineroleum é uma improvisação com elementos para relembrar a época de ouro do cinema de rua. Os elementos clássicos são criados novamente na fachada utilizando materiais baratos e industriais, regenerados ou doados. O vestíbulo foi mobiliado com cadeiras e mesas escolares revestidas com fórmica. No auditório, os assentos rebatíveis foram feitos com tábuas de andaimes, e ele foi rodeado por uma cortina de uma membrana costurada a mão.

 

 

Ele foi construído no local por uma equipe de mais de cem voluntários, aprendendo e experimentando juntos, com a ajuda de manuais de instruções escritos durante o processo de criação de protótipos. Diferente dos cinemas localizados fora da cidade, o projeto celebra a experiência social de ir ao cinema, desde a máquina de fazer pipocas e um bar na antiga loja de conveniência até um programa de clássicos acessível.

 

Conheça outros projetos incríveis do Assemble Studio.

 

 

05) Cite Surprise Cite Surprenant, Montpellier. Por Tri-Oh!

Esta intervenção em Montpellier, na França, trouxe imagens de lugares pouco conhecidos da cidade dentro de caixotes de papelão. Conforme os visitantes se afastavam ou se aproximavam das fotos dentro dos cubos, elas sofriam efeitos visuais como os de um caleidoscópio. 

 

Você pode conhecer outras intervenções urbanas que gostamos no nosso Instagram

Please reload

ÚLTIMOS POSTS
Please reload

CATEGORIAS

© 2015 por URBE ateliê de arquitetura